Carmen Portinho

Carmen Portinho foi a terceira mulher a se formar em engenharia (1926) no país e a primeira a obter o título de urbanista. Foi militante fervorosa em defesa das causas feministas e do reconhecimento profissional das mulheres.
Em 1930, criou a União Universitária Feminina. Em 1936, ingressou na Universidade do Distrito Federal no curso de pós-graduação em urbanismo. Em 1937, fundou a Associação Brasileira de Engenheiras e Arquitetas (ABEA), para incentivar mulheres formadas a ingressar no mercado de trabalho. Em 1939, obteve o título de urbanismo na Universidade do Distrito Federal, sendo a primeira mulher no Brasil a conquistar o feito.
Participou das obras do Aterro do Flamengo, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e dos conjuntos habitacionais de Pedregulho e da Gávea. Infelizmente, o mérito por esses projetos ficou sobre o arquiteto Afonso Eduardo Reidy, seu companheiro de profissão e da vida.

3.png
2.png

Museu de Arte Moderna

Conjunto Habitacional Pedregulho

E aí, já ouviu falar sobre o trabalho e as obras de Carmen Portinho?
Conta pra gente e compartilhe com os amigos!