Rosa Grena

Considerada a poeta do paisagismo brasileiro, Rosa Grena Kliass foi a mulher responsável pela transformação no cenário, ao longo de uma caminhada de amadurecimento, traduzindo à sociedade a luz sobre a importância do papel do arquiteto paisagista.
Ganhadora de inúmeros prêmios e consagrada no campo da arquitetura paisagística, não pode simplesmente ser definida como figura ativa no desenvolvimento projetual, mas, como importante agente transformadora da paisagem brasileira, por meio de projetos e consultorias a Órgãos ligados ao Estado.
Definir a importância da atuação de Rosa Kliass no território nacional é, sobretudo, dizer o quão determinada foi sua luta pelas conquistas e valorização do papel da arquiteta paisagista no âmbito social. Muito além das pranchetas, pode ser definida como protagonista da transformação da profissão, junto ao planejamento urbano. O fio condutor entre seus projetos é justamente a concepção de modo a preservar o traço cultural, antropológico e natural. Dessa forma, estabelecer um elemento que conecte o projeto ao sítio e à cultura local.
É também fundadora e ex-presidente da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP).
Trabalhou como consultora de vários órgãos estatais e é autora de trabalhos publicados no país e no exterior. Seu trabalho teórico é bastante relevante, sendo autora do livro “Parques urbanos de São Paulo”.

4.png

Vale do Anhangabaú

2.png

Mangal das Garças

E aí, já ouviu falar sobre o trabalho e as obras da Rosa Grena?
Conta pra gente e compartilhe com os amigos!